sábado, 8 de julho de 2017

Sinopse do Amor

1 dia reinventei e decidi conjugar o verbo amar

2 momentos aconteceram que entristeceram meu coração

3 vezes ao dia pranteei por horas pela intensa solidão

4 primaveras tamponaram o direito de desejar e versejar

5 verões decidi esquecer. E viajei, e excursionei por veleiros;

6 instantes durante o passeio pela imensidão daquele mar, não entendi o bramar do revolto vento;

7 argumentos, em segundos, pairaram à mente, os quais agrediam como arqueiros

8 flechas penetraram à minha alma desejosas de um mortal intento

9 tentativas realizadas para calar, sufocar o desejo de amar

10 sorrisos encantadores, após longos anos, estremeceram meu corpo;

11 pares de olhares renovaram meu sentimento e a paz cintilou

12 meses após ter escolhido você percebi que nunca estive morto.

Enfim, hoje somos a perfeita manifestação ou a manifestação perfeita?



Texto: Roberto Mello
Imagem: yatheesh_